Sintomas da Labirintite – Caso Clínico Sem Remédio

Sintomas da Labirintite – Caso Clínico Sem Remédio

O QUE É, EXATAMENTE, A LABIRINTITE?

Labirintite é um distúrbio do ouvido interno. Dois nervos do seu ouvido interno enviam informações para o cérebro sobre o movimento da cabeça. Quando um desses nervos torna-se inflamada, ele cria uma condição conhecida como labirintite.

LABIRINTITE SINTOMAS

Os sintomas da labirintite são:

  • Tontura
  • Vertigem
  • Perda de equilíbrio
  • Náusea e vômito
  • Tinido (zumbido ou zumbido no ouvido)
  • Perda de audição
  • Dificuldade na visão
  • Em casos muito raros, as complicações podem incluir a perda permanente da audição

Em uma crise de labirintite esses sintomas tornam-se mais agudos e fortes incapacitando o indivíduo.

CAUSAS DA LABIRINTITE

  • Distúrbios respiratórios (como bronquite)
  • Otite
  • Herpes Zoster
  • Infecções

Fonte: resumido de Healthline.com

tontura

UMA CAUSA INCOMUM DA LABIRINTITE

Porém existe um sintoma que não é muito conhecido nem você dificilmente vai ler em algum lugar da internet!

Esse sintoma está relacionado com um problema na coluna cervical (pescoço)! A coluna cervical é composta por 7 vértebras e as 3 primeiras podem provocar os sintomas da Labirintite, mesmo que o paciente não tenha nenhuma infecção citada acima.

Isso acontece pois uma diminuição do movimento dessas vértebras causam a Labirintite. É um tanto contraditório, pois a falta de movimentação leva à labirintite, enquanto que o recomendado é exatamente o repouso!

A solução é simples, com a ajuda de um fisioterapeuta capacitado, faça os exercícios e alongamentos adequados para aumentar a Amplitude de Movimento do pescoço.

O seu fisioterapeuta pode fazer alguma manipulação para acelerar o processo, eu já prefiro a melhora pelo movimento feito exclusivamente pelo paciente.

Atenção: a fisioterapia é a profissão mais indicada para detectar as causas da sua labirintite

No vídeo vai assistir como eu fiz esse tratamento da labirintite e melhorei os sintomas da paciente só com exercícios.

O mais legal foi a melhora emocional, pois é uma doença muito debilitante, a paciente referiu muito medo em sentir isso em passeios e viagens e isso sumiu após o tratamento.

Author: Thiago Nishida

Share This Post On