Fitoterapia! Dica prática para alivar suas dores!

Fitoterapia

A Fitoterapia é muito conhecida como terapia através das plantas, esses recursos naturais têm princípios ativos capazes de curar vários tipos de doenças, sendo reconhecido por muitas pessoas devido às suas propriedades terapêuticas.

Vale lembrar que muitos remédios comprados na farmácia, vêm de plantas!

Este tipo de tratamento surgiu de forma independente na China por volta de 3000 A.C através das propriedades de Ginseng e Cânfora, e como o resultado foi obtido com sucesso, as pessoas buscavam tratamentos com outros tipos de plantas.

E como o próprio nome Fitoterapia traz o conceito que vem de origem grega, que significa therapeia, tratamento, e phyton vegetal. Um bom tratamento que está conquistando pessoas de todo o mundo.

NÃO CONFUNDA A FITOTERAPIA

É muito importante que as pessoas não confundam a FITOTERAPIA com o conceito de MEDICAMENTOS FITOTERÁPICOS, que são preparações usadas por farmacêuticos através de extratos de plantas, atribuindo a esse remédio um tipo de produto industrializado.

E a Fitoterapia, que é a ciência que  usa os medicamentos fitoterápicos com as preparações fitofarmacólogicas, é a utilização direta das plantas.

Com esse exemplo vai entender, mesmo ele não se “encaixando” 100% na Fitoterapia.

Todos sabemos que o Maracujá e calmante.

Quando toma um suco de maracujá (natural, nada de suco de saquinho, lata, garrafa) isso é Fitoterapia. Existe o remédio abaixo, ele tem as mesmas substâncias do maracujá, mas é um MEDICAMENTO!

maracuja-farmaco

INDICAÇÕES DA FITOTERAPIA

Os medicamentos geralmente são plantas com origem brasileira ou estrangeira, e os tratamentos são para combater a ansiedade, expectorar, engordar, emagrecer, cicatrizar, acalmar e outras finalidades. Porém, mesmo que o produto seja natural, não é recomendável seu uso sem orientação médica, pois uma prática  inadequado também  pode provocar mal a saúde, quando não é usado sobre prescrição médica.

A fitoterapia está cada vez mais comum no conceito de remédios que recebem o rótulo de produto natural. E as pessoas que usam, revelam maior eficácia na cura e na maioria das vezes é sem efeito colateral.

Há vários tipos de produtos fitoterápicos que estão presentes nos extratos, tinturas, pomadas e cápsulas que são usadas para combater doenças do tipo infecciosas, alérgicas, traumas, e disfunções metabólicas.

Uma outra vantagem é o baixo custo comparado com os fármacos alopáticos.

Fitoterapia

Fitoterapia

MEU COMENTÁRIO:

Durante a pós graduação em Acupuntura, tive um breve contato com a Fitoterapia. Um professor falou que na China, quando um paciente procura um médico (acupunturista obviamente), ele poderá fazer acupuntura ou orientar fitoterapia ou os dois. No caso da Fitoterapia, são usados ervas, raízes, partes de animais, etc.

O que acho mais interessante é que o paciente leva para casa um manual, dizendo que ele deve tomar a primeira erva crua, a segunda em imersão as 20h. E o último dois dias depois em jejum! Obviamente é um exemplo, mas ilustra exatamente como funciona a Medicina Tradicional Chinesa!

Pessoalmente não uso os fitoterápicos como tratamento principal, mas uso (e muito) os alimentos para buscar o equilíbrio energético e vou dar alguns exemplos:

Mas antes dos exemplos, preciso dizer como a Medicina Tradicional Chinesa classifica os alimentos. Os alimentos tem diversas classificações, são considerados pelo sabor (doce, salgado, amargo, azedo/ácido e picante), também são classificados pela natureza (quente, morna, neutra, fresca e fria), etc.

DICA 1 – FITOTERAPIA EM DIA DE MUITO CALOR

Em dias quentes deve-se consumir alimentos FRIOS certo? Errado! Deve-se consumir alimentos Frescos, não se usa os extremos em Medicina Tradicional Chinesa!

Mas na verdade eu faço o errado, eu consumo alimentos frios quando está muito quente. Pode perceber que é instintivo do ser humano, pois a imensa maioria da população consome mais salada e frutas no verão. Esses alimentos enquadram-se na categoria Frescas e Frias.

Portanto em dias muito quentes alimente-se com Melancia! E coma folhas de alface! Mas não consuma em excesso, pois são alimentos frios.

DICA 2 – FITOTERAPIA EM DIA DE MUITO FRIO

Em dias FRIOS, consumo alimentos quentes. O alimento que sempre tenho é Gengibre! Faço um chá e fica uma delícia, além de esquentar bem!

Sempre gosto de coisas práticas e o mais natural possível. Aqui vai uma dica prática para eliminar o frio!

Sim, isso resolve, mas essa solução é indicada quando sentir esses sintomas:


beneficios Dor que piora com frio


beneficios Dor fixa (dói sempre o mesmo local, exemplo: dói sempre o joelho direito, dói sempre o ombro esquerdo e assim por diante)


beneficios Dor Forte – A dor de FRIO, pela Medicina Tradicional Chinesa, é a uma dor muito forte, alguns livros chamam de “dor surda”.


beneficiosDor que alivia com calor, parece óbvio, mas caso sinta que suas dores aliviam após AQUELE banho quente! É um sinal que, caso consuma esse chá, suas dores aliviarão muito.

Copiei desse EXCELENTE site: www.chadegengibre.com.br/post/como-fazer-cha-de-gengibre

CHA DE GENGIBRE

COMO FAZER CHÁ DE GENGIBRE

O chá de gengibre é uma receita fácil e natural para tratamento de diversas doenças usuais como gripe, enjoo, tonturas, má digestão, diversos tipos de dores, além de auxiliar no emagrecimento. As qualidades do deste rizoma ajudam a impulsionar o sistema imunológico, agindo a favor de uma boa saúde do corpo e mente.
Mas vale ressaltar que apesar de ser considerado um alimento seguro, ele pode ser contraindicado para quem toma medicação anticoagulante, pois aumenta a possibilidade de hematomas e sangramentos, para esses casos é essencial que um médico seja consultado.
Cerca de 2 cm de gengibre fresco
1 litro de água
Mel de abelha o quanto baste
Preparo
Lave e corte o gengibre em quatro rodelas, coloque em uma tigela ou recipiente de fácil manuseio e amasse levemente o gengibre com um garfo. Isso fará as propriedades do gengibre serem extraídas mais rapidamente durante a infusão. Coloque a água no fogo e quando a água estiver bem quente, mas sem levantar fervura, adicione ao gengibre amassado. Deixe reservado por cerca de 10 minutos, adoce com o mel e sua receita de como fazer chá de gengibre estará pronta pra servir.
As instruções para fazer de como fazer chá de gengibre são bem fáceis, mas vale ressaltar algumas dicas: 

Nunca deixa a água levantar fervura, a alta temperatura interfere na ação de algumas propriedades do gengibre.  Apesar de ser mais simples, colocar o gengibre diretamente para ferver com a água também pode influenciar nas qualidades medicinais desta planta.


beneficios 
Prefira mel para adoçar, além de natural, o mel suaviza o sabor picante do gengibre.


beneficios 
Não guarde por muito tempo a bebida, ela deve ser consumida pouco tempo depois de feita, beber o chá de gengibre feito há muitas horas atrás pode não ter o efeito esperado.


beneficios 
Prefira o gengibre fresco e orgânico, por ser usado como medicamento natural, quanto menor a influência de produtos tóxicos, melhor será a ação medicinal.


beneficios 
Agora que você já sabe como fazer chá de gengibre e o não fazer, aproveite as diversas maravilhas que o gengibre pode trazer saúde.

Author: Thiago Nishida

Share This Post On