Síndrome da Cauda Equina – Case de Sucesso!

O QUE É A SÍNDROME DA CAUDA EQUINA

Essa é uma patologia que afeta a coluna lombar, eu costumo comparar com uma dor ciática (dor no nervo ciático) ou ciatalgia, pois as causas são muito parecidas. A diferença é que a sindrome da cauda equina a lesão é na parte final da medula, que anatomicamente, parece com o rabo de um cavalo.

SINAIS E SINTOMAS DA SINDROME DA CAUDA EQUINA

Os sinais e sintomas clássicos são:

  1. Incontinência Urinária
  2. Incontinência Fecal
  3. Impotência Sexual
  4. Dormência e/ou formigamento na parte interna da coxa e virilha

Alguns sinais concomitantes são os da Nevralgia Ciática, que é o choque, formigamento, da coluna irradiando para o Membro inferior, podendo afetar qualquer região da coxa, perna e pé.

O que determina a região afetada é a altura da compressão do nervo.

TRATAMENTO DA SÍNDROME DA CAUDA EQUINA

A Síndrome da Cauda Equina é um tratamento que necessita de urgência, podendo ser conservador ou cirúrgico. Caso sinta algum dos sintomas acima, procure imediatamente um médico ou fisioterapeuta.

O tratamento cirúrgico consiste em remover o que está “bloqueando” a cauda equina. Normalmente pode ser um disco herniado (hérnia de disco), ou osteófito (bico de papagaio) que esteja comprometendo a região.

Porém o tratamento conservador é, na minha opinião, a melhor opção!

3 MOTIVOS QUE ME LEVAM À CONCLUSÃO ACIMA QUE O TRATAMENTO CONSERVADOR É A MELHOR OPÇÃO

1) O primeiro deles é que, toda cirurgia sempre envolve risco! Em todas as cirurgias temos o risco de agravar os sintomas, de ficar na mesma e até de morrer.

Porém hoje em dia as técnicas modernas, pouco invasivas (“cirurgias por câmeras”) e a higiene hospitalar leva esses índices de agravamento pós cirúrgico “para o chão”!

2) Um outro motivo relevante é que, a maioria das hérnias de disco, tem como causa ou agravamento, a postura do paciente ou sua atividade no trabalho.

Ou seja, quando removido o problema, ele tente a voltar pois a causa é justamente a postura ou o trabalho que não foi modificado.

3) E o principal motivo é que, em 15 dias, é possível perceber melhora dos sintomas! Isto é, o paciente saberá se o tratamento conservador é indicado ou não.

Acredito que praticamente todo mundo preferiria tratar uma patologia com exercício ao invés de uma cirurgia.

Fazendo os exercícios, alongamentos e mobilizações corretas, em apenas 15 dias são suficientes para saber se vai precisar ou não de cirurgia!

Após 15 dias você estará um pouco melhor, nesse caso basta continuar o tratamento e se livrar de uma cirurgia para tratamento da síndrome da cauda equina!

E AÍ GOSTOU DO VÍDEO? QUERO MUITO SABER!

Author: Thiago Nishida

Share This Post On