Aromaterapia

Aromaterapia

Para muitos que não sabem o que é Aromaterapia, conheça o seu conceito, a origem e a sua importância na saúde corporal e emocional.

Como Funciona o Olfato:

Antes de explicar a técnica de Aromaterapia, preciso escrever um pouco sobre o sentido do Olfato!

São trechos desse excelente site: http://saude.hsw.uol.com.br/cheiro2.htm

Um cheiro pode trazer uma enxurrada de lembranças, influenciar o humor das pessoas e afetar seu desempenho no trabalho. Como o bulbo olfativo é parte do sistema límbico cerebral, uma área tão associada com a memória que é muitas vezes chamada de “cérebro emocional”, o olfato pode trazer à tona lembranças e respostas poderosas quase que instantaneamente.

O bulbo olfativo tem acesso muito íntimo à amígdala, que processa emoções, e ao hipocampo, que é responsável pelo aprendizado associativo. Apesar da ligação próxima, no entanto, os cheiros não despertariam lembranças se não fossem as respostas condicionadas. Quando você sente um cheiro pela primeira vez, você o liga a um evento, uma pessoa, uma coisa, ou a um momento. Seu cérebro produz uma ligação entre o cheiro e a memória – associando o cheiro de cloro ao verão na piscina ou lírios a um enterro. Quando você encontra o mesmo cheiro de novo, a ligação já está lá, pronta para produzir uma memória ou um humor. O cloro pode chamar uma memória relacionada a uma piscina específica, ou simplesmente deixá-lo alegre. Lírios podem deixá-lo agitado sem saber o porquê. Em parte, é por isso que nem todo mundo gosta dos mesmos cheiros.

Conclusão:

Nosso Cérebro percebe os cheiros e o associa às mesmas emoções que estávamos quando vivíamos aquela situação específica e essa conexão é super rápida e forte! Por isso a Aromaterapia é MUITO EFICAZ, quando aplicada com conhecimento!

Olha que legal isso!

O sentido humano do olfato há muito vem sendo difamado – sua sensibilidade é geralmente desfavorecida comparada a dos animais. Mas, pesquisadores da Universidade da Califórnia em Berkeley descobriram que os seres humanos na realidade possuem capacidades olfativas sofisticadas. Pediu-se a um grupo de 32 voluntários que seguissem um cheiro com seus narizes por uma trilha de 10 m. As pessoas estavam vendadas e usavam luvas e tampões nos ouvidos para isolar o sentido do olfato. Dois terços dos voluntários conseguiram rastrear o cheiro e, apesar de serem mais lentos que cães farejadores, a maioria deles melhorou com a prática [fonte: BBC].

Mas, o que é Aromaterapia?

O termo Aroma significa cheiro agradável, terapia é uma forma de tratamento com o objetivo de curar qualquer indisposição, seja mental ou física. Por isso pode-se dizer que este procedimento além de agradável, é uma prática saudável realizada através de óleos essenciais.

A Aromaterapia é considerada um ramo da Fitoterapia que contribui no reestabelecimento do organismo com equilíbrio e harmonia. Um tipo de terapia holística que atua em todo sistema fisiológico, mental e emocional; que ainda promove o bem estar emocional e contribui no auxilio da saúde física. Todos os procedimentos para este tipo de tratamento são usados através das áreas de cosméticos, estética facial e corporal, como também na higiene pessoal.

Saiba mais sobre Aromaterapia

Muitas civilizações antigas usavam os benefícios da terapia através dos óleos e plantas, registros de textos históricos da Índia e da medicina chinesa relatavam que esses produtos aromáticos proporcionavam maior qualidade de vida e bem estar.
A aromaterapia sempre foi uma técnica usada pelas pessoas, sua tradição chegou ao progresso ocidental através das cruzadas, pois foi comprovado o uso da aromaterapia no sec.XIV.
E através desses e outros relatos de experiências usadas com produtos aromáticos, que contribuiu com muitos resultados positivos, e passou a ser o objetivo de pesquisas científicas para conhecer profundamente a influência dos óleos essenciais, e então comprovar e conscientizar as pessoas sobre sua influência.

O que esperar de um tratamento de Aromaterapia?

Quando uma pessoa deseja fazer um tratamento com Aromaterapia, primeiramente é necessário fazer uma avaliação física e psicológica, onde é possível avaliar qual linha de tratamento vai tratar e proporcionar o bem estar.

Após toda pesquisa e escolha de qual tipo de óleo essencial deverá ser usado, os produtos precisam ser usados através de banhos, massagens ou inalações. Quando o produto é usado para inalar, chega diretamente ao sistema nervoso, onde são captadas todas as informações para serem processadas e executadas.

No caso da aplicação sobre a pele, o óleo será aplicado no local especifico e será absorvido pela derme, agindo diretamente no ponto desejado.

Portanto, todo o tratamento deve ser acompanhado pelo profissional que tem o domínio da aromaterapia, principalmente ao detectar quais são as necessidades do cliente, e oferecer o tratamento completo, visando o bem estar físico e emocional.

Meu comentário:

Dica de uma vendedora de perfume!

Uma vez conheci uma vendedora de perfume que veio fazer meu curso de Shiatsu. Durante o curso, comentei de um ponto da Acupuntura (IG 20*) que tinha como função, aumentar a capacidade olfativa. Ela na hora avisou que ela aprendeu uma técnica para vender mais perfumes, ela colocava o perfume exatamente nesse ponto. Como ela vendia bastante perfume, acredito que essa técnica ajudava a ser uma boa vendedora.

*O nome desse ponto, em português, é CEM FRAGRÂNCIAS! Caso queira, veja ele, no meu Curso de Shiatsu – Nível 2. O IG20 está  próximo de 2:10.

Meu comentário 2: Como associar a Massagem com a Aromaterapia

SUPER DICA: Indico a Aromaterapia para a sua utilização com cremes neutros. Compre alguns óleos essenciais com propriedades distintas (digite “óleos essenciais” no campo abaixo e escolha a marca de sua preferência) e use algumas gotas junto com seu creme neutro! Isso trará aumentará a eficácia da sua massagem!

Meu comentário 3:

Gosto muito da Aromaterapia, mas tenho um conselho polêmico. Como foi dito no início desse artigo, os cheiros nos trazem emoções que estavam relacionadas à nossa situação naquele exato momento sentimos aquele cheiro.

Exemplo fictício: você recebe uma cliente e, após avaliá-lo, percebe que as propriedades de um óleo essencial X fará muito bem a ele, assim como seu aroma. Mas não sabe que o ex-namorado dessa cliente usava um desodorante com esse mesmo aroma.

Praticamente no mesmo instante que ela sente o cheiro, vai aparecer, nesse cliente, uma onda de emoções referente a esse relacionamento do passado! Caso esse relacionamento ainda esteja “sangrando” para ela, provavelmente ela irá chorar muito e todo o objetivo de um tratamento cai por “água abaixo”!

Poxa, fiz 3 comentários, preciso saber sua opinião:

Author: Thiago Nishida

Share This Post On